Fabriciano realiza ação de integração entre a família e a escola no Cocais

FABRICIANO – A Prefeitura de Coronel Fabriciano, por meio das Secretarias de Governança do Desenvolvimento Econômico, Turismo e Cultura; Educacional e de Assistência Social, promoveu nesta sexta-feira, 25, na Escola Municipal Maria Da Conceição Ataíde, Cocais de Cima, a Ação Integrada da Família. O evento marcou o encerramento da Campanha Nacional De Combate ao Abuso e a Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes, entregar novos instrumentos de percussão para a comunidade do Cocais e celebrar as famílias na escola.

A festividade contou com a presença de autoridades locais, representantes das secretarias envolvidas e a comunidade. A Associação Beneficente Ágape (ABA) exibiu uma peça teatral “Chapeuzinho vermelho e o lobo mal na atualidade”; os alunos também realizaram apresentações artísticas, contemplando o conteúdo “danças”, ministrado no primeiro bimestre do conteúdo de Educação Física do Sistema Positivo, e expuseram os brinquedos confeccionados com material reciclado, realçando a proposta do Programa Cidadãos do Futuro.

Instrumentos

A Serra dos Cocais tem muitos legados e tradições. Uma delas é o batuque, tradição cultural africana que se mantêm viva na região e passa de geração em geração. Para perpetuar o legado desse bem imaterial registrado como patrimônio cultural, o Conselho Municipal de Turismo (COMTUR), por meio do Fundo Municipal de Turismo (FUMTUR), deliberou a compra de um tambor e um acordeon para valorizar o batuque e a marujada de Cocais.

A entrega dos instrumentos ocorreu durante a Ação Integrada da Família. Os instrumentos serão mantidos na Escola Municipal Maria da Conceição Ataíde, podendo ser utilizados pela associação quando necessário. Em contrapartida, os batuqueiros ensinarão o legado aos alunos e à comunidade, como meio de não deixar essa manifestação morrer.

“Queremos fortalecer esta comunidade e as relações familiares. E, para valorizar a manifestação cultural desta região, estamos incentivando as pessoas, principalmente as crianças e adolescentes, a ocuparem o tempo ocioso praticando aulas de percussão e dança. A gente só consegue valorizar um legado cultural se as pessoas entendem e se orgulham deste legado para a própria população”, destaca a Gerente de Turismo e Presidente do COMTUR CF, Betinna Tassis.

A família na escola

A festa foi planejada para aproximar as famílias das atividades realizadas pela escola e incentivar o interesse pela vida escolar do aluno. “Este ano resolvemos expandir a festa da família e abrir as portas para que a comunidade local também possa participar, pois este é o momento da população abraçar e aderir às ações da escola,” explica o Secretário de Governança Educacional, Carlos Alberto Serra Negra.

Encerramento da campanha “Faça Bonito”

A campanha teve uma extensa programação com visitas às escolas para conversar com os alunos sobre a temática, audiência pública e caminhada pelas ruas da cidade. No âmbito municipal, o tema foi “brincar como prevenção”. Segundo a Secretária de Governança de Assistência Social, Patrícia Dias, o foco é a criança. “Em 2017, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social acompanhou 30 crianças. Até abril deste ano, 9 são atendidas pelo CREAS. Em nível nacional, esses números são ainda mais alarmantes, mas esta campanha serviu para alertar as famílias e pessoas próximas à criança para a prevenção, entendendo os limites entre o que é brincar e o que não, ” conclui.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *